01/09/2011 - 13:28 Atualizado em 01/09/2011 - 13:29

Conheça histórias de pessoas que superaram seus limites

Elas encontraram na deficiência uma forma de valorizar a vida

Da Redação / TV Tem

 

 

 

 

 

 

 

Existe uma receita para a superação? Ultrapassar obstáculos, persistir e vencer as dificuldades... Isso se torna ainda mais difícil para os deficientes quando faltam mobilidade, acessibilidade e inclusão. Conheça histórias de pessoas que superaram os limites e que encontraram na deficiência uma forma de aproveitar e de valorizar a vida.

 

 

A pintura abriu um mundo de prazer para Leandro Camargo. Na intensidade da música, o maestro João Carlos Martins emociona e faz chorar. Para Guilherme Murosaki, a liberdade está no azul das águas. Eles demonstram como é possível vencer limitações e preconceitos.

 

 

Guilherme já nasceu com deficiência na visão e enxerga apenas 10% com o olho direito. Entrou na natação por uma brincadeira e para passar o tempo. Mas, a força de vontade do atleta fez mudar a história. Hoje, ele percorre o mundo em busca de conquistas, vitórias e superação. Ele já é um campeão e acumula dezenas de medalhas de ouro. É um exemplo de garra e coragem.

 

Aos poucos, as pinceladas descoordenadas de Leandro, improvisadas pelas mãos, ganham cores, efeitos e vida. Leandro é tetraplégico. Perdeu todos os movimentos há onze anos, depois de um acidente de moto. Encontrou na arte, uma forma de ultrapassar as barreiras. Não foi fácil. Mas, desistir depois de passar por dificuldades piores? Nem pensar. Leandro fez contatos na internet, aprendeu novas técnicas. Fez o primeiro quadro e daí pra frente acabaram os obstáculos.

 

 

E que tal um futuro melhor embalado pela quinta sinfonia de Bethoven ou pela força da melodia de Sebastian Bah? As mãos lesionadas pelo esforço repetitivo no piano e pelas doenças nos nervos são as mesmas que persistem e que regem a música clássica de qualidade. João Carlos Martins teve vários motivos para desistir da música, mas lidar com a melodia já havia se tornado uma missão.

 

 

Responsabilidade que inspira os mais jovens e que levam às mãos de volta ao piano, num esforço contínuo, que supera os limites, inspira e emociona. Mas, como ultrapassar os limites? Será que existe uma receita para a superação? O maestro diz que sim.

 

 

 

Comentários

  • Nenhum comentário para esta notícia. Seja o primeiro a comentar.
AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal temmais.com. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal temmais.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.