25/03/2011 - 13:35 Atualizado em 25/03/2011 - 13:35

Delegado regional do Ministério do Trabalho em Rio Preto é exonerado

Ele foi preso durante uma operação da Polícia Federal

Da Redação / TV TEM

 

Foi retomado nesta sexta-feira, o atendimento ao público na Delegacia do Trabalho em Rio Preto. Os serviços não foram prestados nesta quinta-feira, por causa de uma operação da Polícia Federal, que prendeu 18 pessoas suspeitas de corrupção. O delegado Regional do Trabalho, que também foi detido, foi exonerado do cargo. Os depoimentos à polícia continuam nesta sexta-feira.

 

Quem procurou o Ministério do Trabalho foi atendido normalmente. Serviços, como emissão de carteiras de trabalho e rescisão de contratos, foram executados sem transtornos.

 

Nesta quinta-feira, o prédio ficou fechado o dia todo por causa de uma operação realizada pela Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público Federal. Os policiais entraram no local ainda cedo e saíram com equipamentos e documentos, que foram recolhidos, serão analisados e encaminhados à justiça.

 

Dos 18 presos, três foram liberados porque colaboraram com as investigações fornecendo informações à polícia. Os outros 15 detidos foram transferidos da sede da PF para uma prisão em Catanduva e para o Centro de Detenção Provisória de Rio Preto.

 

Entre os presos, está o delegado regional do Ministério do Trabalho em rio preto. Roberto Caffagni foi detido em casa, num condomínio de luxo. Ele foi exonerado do cargo e deve cumprir cinco dias de prisão temporária.

 

Todos os detidos são suspeitos de participação num esquema de recebimento de propina por parte de funcionários do Ministério do Trabalho para livrar comerciantes e empresários de multas. São servidores públicos, comerciantes e empresários. Integrantes de sindicatos trabalhistas da região também tiveram a prisão decretada.

Operação em Marília - Em Marília, um engenheiro estava na lista e foi preso sob acusação de integrar um esquema de fraudes envolvendo fiscais do Ministério do Trabalho. O nome dele não foi revelado. Duas equipes de agentes federais trabalham na operação na cidade. Os policiais também apreenderam documentos e computadores na Delegacia do Trabalho, que por causa da operação ficou fechada ontem em Marília.

Leia mais: Detidos durante operação na região noroeste começam a ser ouvidos

Comentários

  • Nenhum comentário para esta notícia. Seja o primeiro a comentar.
AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal temmais.com. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Portal temmais.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.